quarta-feira, 2 de novembro de 2011

À noite



Quando a noite chega, começam a vir a minha cabeça, todos os meus pensamentos mais insignificantes, mais absurdos, mais surreais, mais irrealizáveis...
Óh, como eu queria saber como será o futuro, tudo o que irá acontecer, seja de bom, seja de ruim. Mas sei que isso não é possível.
A noite me acalma, o vento me deixa leve...
Óh, estrelas, digam-me alguma coisa!

Por: Wally...s2

Nenhum comentário:

Postar um comentário